Loading...

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

VACINAÇÃO CÂES


Vacinação em Cães
O protocolo de vacinação para cães saudáveis, deve iniciar entre 6 e 8 semanas de idade, como auxiliar na prevenção contra Cinomose, Hepatite Infecciosa Canina, Adenovírus Canino tipo 2, Coronavírus Canino, Parainfluenza Canina, Parvovírus Canino e Leptospirose Canina. Essa proteção é obtida com a vacina polivalente.
Os anticorpos maternos, adquiridos quando o filhote mama, interferem na imunidade ativa. Por isso os filhotes devem ser revacinados a cada 3 ou 4 semanas até, pelo menos, 12 semanas de idade. Cães com idade acima de 12 semanas devem receber uma dose da vacina polivalente e uma segunda dose 3 ou 4 semanas depois.
A resposta adequada à vacinação é diretamente ligada à competência imunológica de cada animal. Por isso, antes da vacinação o animal deve ser avaliado pelo Clínico que, depois de indicar uma adequada desverminação, e estando saudável poderá receber a vacina.
Após a 1ª dose de vacina o filhote deverá retornar ao veterinário pelos próximos 3 meses, para fazer o reforço da vacina polivalente (total de 3 doses), assim como para vacina da "gripe canina" (uma dose), vacina contra Giardíase (2 doses) e no último mês para vacina contra raiva (dose única). A partir de então o animal deverá ser vacinado anualmente com uma dose de cada vacina.

Vacina Polivalente
Para a vacinação de cães sadios de 6 semanas de idade ou mais, como auxiliar na prevenção contra Cinomose, Hepatite Infecciosa Canina, Adenovírus Canino Tipo 2, Coronavírus Canino, Parainfluenza Canina, Parvovírus Canino e Leptospirose canina causada pelos seguintes sorovares: L. canicola, L. icterohaemorrhagiae, L. grippotyphosa e L. pomona.   
 
Vacina contra Gripe
Para a vacinação de cães adultos e filhotes, sadios, com idade de 8 semanas ou mais, como um auxiliar na prevenção contra as doenças causadas pelo Adenovírus Canino Tipo 2, pelo vírus da Parainfluenza Canina e pela Bordetella bronchiseptica. 
                                                           

Vacina contra Giardíase
Para vacinação de cães sadios a partir de 8 semanas de idade, como auxiliar na prevenção da doença clínica causada por giardia lamblia. A Giardíase é uma doença grave causada por um protozoário flagelado a giardia lamblia, atualmente disseminada por todo o mundo e reconhecida como zoonose pela Organização Mundial de saúde (O.M.S.).
O cão infecta-se facilmente ingerindo cistos de Giárdia, que podem estar presentes na água, nos alimentos ou nos pêlos dos animais. A Giardíase causa a síndrome dá má-absorção/má-digestão, levando à desidratação, diarréia, perda de peso, dor abdominal e flatulência.
Além disso, são sinais clínicos comuns da giardíase a perda de apetite, vômitos e letargia. A vacinação de cães contra Giárdia reduz significativamente a incidência, severidade e duração da eliminação de cistos e, consequentemente, a contaminação do ambiente.



Vacina contra Raiva
Vacina Inativada contra a raiva de cães e gatos. 


Vacina contra Leptospirose
Para vacinação de cães sadios a partir de 6 semanas de idade, como auxiliar na prevenção da doença clínica causada por Leptospira, sorovares: L. Canicola, L. icterohaemorrhagiae, L. grippotyhosa e L. pomona.
A Leptospirose é uma doença grave causada por uma bactéria, Leptospira spp., disseminada por todo o mundo e reconhecida pela Organização Mundial de Saúde (O.M.S.) como uma das zoonoses mais prevalentes.
O cão infecta-se facilmente através do contato com a água contaminada pela urina de várias espécies animais, que podem conter as Leptospiras patogênicas. A Leptospirose é uma enfermidade infecto-contagiosa de diagnóstico difícil e sinais clínicos nem sempre patognomômicos, principalmente no início do processo infeccioso, portanto, a prevenção é a medida mais indicada.
 A vacinação de cães reduz significativamente a incidência, severidade e desenvolvimento de sinais clínicos pelos animais.



Nenhum comentário:

Postar um comentário